Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Escola municipal de Joinville tem surto de Covid-19

Informação foi recebida pelo Sindicato dos Servidores Públicos do Município (Sinsej) seis dias após o início do trabalho presencial nas escolas da rede municipal

Escrito por: Sinsej • Publicado em: 10/02/2021 - 16:40 • Última modificação: 10/02/2021 - 16:49 Escrito por: Sinsej Publicado em: 10/02/2021 - 16:40 Última modificação: 10/02/2021 - 16:49

. .

Nesta terça-feira (9), seis dias após o início do trabalho presencial nas escolas da rede municipal de Joinville (SC), o Sindicato dos Servidores Públicos do Município (Sinsej) recebeu a informação de contaminação comunitária de Covid-19 na Escola Municipal Professora Anna Maria Harger, no bairro Guanabara. A contaminação gerou o afastamento tanto da diretora e de outros servidores, assim como coloca em risco a saúde e a vida de toda a comunidade escolar.

Diante da informação, a direção do Sindicato solicitou à Secretaria de Educação o fechamento imediato da unidade, o rastreamento de todos os possíveis contaminados para bloquear cadeia de transmissão, além da desinfecção do local.

Para a presidenta do Sinsej, Jane Becker, esse fato confirma que a Prefeitura não consegue garantir a segurança sanitária necessária quando o nível de contágio do novo coronavírus  continua gravíssimo na região. Na segunda-feira (8), foram contabilizados 718 novos casos, totalizando 2143 ativos, e mais quatro mortes, que passam de 630 desde março.

Conforme boletim emitido pelo Núcleo de Estudos de Economia Catarinense da UFSC, no dia 6 de fevereiro, Joinville concentra 85% dos casos da doença da mesorregião Norte, ao mesmo tempo em que está em 4º lugar na evolução do número de casos entre os 10 municípios com maiores registros oficiais, desde junho.

O Sinsej exige a imediata suspensão das aulas presenciais até que seja garantida a saúde dos servidores e da comunidade escolar com devido cumprimento do protocolo sanitário e a testagem em massa.

Título: Escola municipal de Joinville tem surto de Covid-19, Conteúdo: Nesta terça-feira (9), seis dias após o início do trabalho presencial nas escolas da rede municipal de Joinville (SC), o Sindicato dos Servidores Públicos do Município (Sinsej) recebeu a informação de contaminação comunitária de Covid-19 na Escola Municipal Professora Anna Maria Harger, no bairro Guanabara. A contaminação gerou o afastamento tanto da diretora e de outros servidores, assim como coloca em risco a saúde e a vida de toda a comunidade escolar. Diante da informação, a direção do Sindicato solicitou à Secretaria de Educação o fechamento imediato da unidade, o rastreamento de todos os possíveis contaminados para bloquear cadeia de transmissão, além da desinfecção do local. Para a presidenta do Sinsej, Jane Becker, esse fato confirma que a Prefeitura não consegue garantir a segurança sanitária necessária quando o nível de contágio do novo coronavírus  continua gravíssimo na região. Na segunda-feira (8), foram contabilizados 718 novos casos, totalizando 2143 ativos, e mais quatro mortes, que passam de 630 desde março. Conforme boletim emitido pelo Núcleo de Estudos de Economia Catarinense da UFSC, no dia 6 de fevereiro, Joinville concentra 85% dos casos da doença da mesorregião Norte, ao mesmo tempo em que está em 4º lugar na evolução do número de casos entre os 10 municípios com maiores registros oficiais, desde junho. O Sinsej exige a imediata suspensão das aulas presenciais até que seja garantida a saúde dos servidores e da comunidade escolar com devido cumprimento do protocolo sanitário e a testagem em massa.



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.