Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Câmara Municipal de São Bernardo do Campo aprova aumento de impostos

De autoria do prefeito Orlando Morando, proposta aumenta tributos municipais em até 150%.

Escrito por: SindservSBC • Publicado em: 02/10/2017 - 16:48 • Última modificação: 02/10/2017 - 17:10 Escrito por: SindservSBC Publicado em: 02/10/2017 - 16:48 Última modificação: 02/10/2017 - 17:10

. .

21 dos 28 vereadores que compõem a Câmara Municipal de São Bernardo do Campo (SP) aprovaram projeto do prefeito Orlando Morando (PSDB) que aumenta impostos municipais em até 150%. O impacto do aumento será sentido nos bolsos dos servidores públicos municipais, que acumulam perdas salariais referentes à inflação desde março de 2016, e terão que enfrentar o efeito cascata dessa medida, com o aumento nos preços de serviços.

Um dos impostos com maior aumento foi o ISS – Imposto Sobre Serviços, que em alguns casos teve crescimento maior que 150%.

Incoerência continua

Infelizmente, a atual “gestão” da cidade tem se notabilizado em contrariar suas próprias promessas de campanha. Da mesma forma como o atual prefeito prometeu, ainda como candidato, valorizar os servidores e depois tentou humilhá-los com o rebaixamento de uma proposta salarial que já era muito ruim, faz o mesmo com a população em geral. O candidato Orlando Morando comprometeu-se, especialmente com comerciantes, profissionais liberais e prestadores de serviços, a reduzir o ISS. Em menos de um ano, promove um dos maiores aumentos da história.

Risco de perdas ainda maiores

A irresponsabilidade da Administração pode ser ainda pior. Ao aumentar os preços, muitas empresas podem ter redução no faturamento, com consequentemente queda na arrecadação. Além disso, muitas dessas empresas podem migrar para cidades onde os impostos são menores.

Veja como votaram os vereadores

A favor do aumento de impostos

Ary de Oliveira – PSDB
Eliezer Mendes – PODE
Estevão Camolesi – PPS
Fran Silva – SD
Gordo da Adega – PC do B
Índio – PR
Ivan Silva – SD
Jorge Araújo – PHS
Juarez Tudo Azul – PSDB
Lia Duarte – PSDB
Martins Martins – PHS
Mauro Miaguti – DEM
Pastor Zezinho Soares – PSDB
Ramon Ramos – PDT
Reginaldo Burguês – PSD
Samuel Alves – PSDB
Toninho Tavares – PSDB

Contra o aumento de impostos

Ana Nice – PT
Antônio Carlos – PT
Ferrarezi – PT
Joilson Santos – PT
Julinho Fuzari – PPS
Rafael Demarchi – PRB
Tião Mateus – PT
NÃO VOTARAM 
Bispo João Batista – PRB
Dr. Manuel – PPS
Pery Cartola – PSDB (presidente da Câmara)

Título: Câmara Municipal de São Bernardo do Campo aprova aumento de impostos, Conteúdo: 21 dos 28 vereadores que compõem a Câmara Municipal de São Bernardo do Campo (SP) aprovaram projeto do prefeito Orlando Morando (PSDB) que aumenta impostos municipais em até 150%. O impacto do aumento será sentido nos bolsos dos servidores públicos municipais, que acumulam perdas salariais referentes à inflação desde março de 2016, e terão que enfrentar o efeito cascata dessa medida, com o aumento nos preços de serviços. Um dos impostos com maior aumento foi o ISS – Imposto Sobre Serviços, que em alguns casos teve crescimento maior que 150%. Incoerência continua Infelizmente, a atual “gestão” da cidade tem se notabilizado em contrariar suas próprias promessas de campanha. Da mesma forma como o atual prefeito prometeu, ainda como candidato, valorizar os servidores e depois tentou humilhá-los com o rebaixamento de uma proposta salarial que já era muito ruim, faz o mesmo com a população em geral. O candidato Orlando Morando comprometeu-se, especialmente com comerciantes, profissionais liberais e prestadores de serviços, a reduzir o ISS. Em menos de um ano, promove um dos maiores aumentos da história. Risco de perdas ainda maiores A irresponsabilidade da Administração pode ser ainda pior. Ao aumentar os preços, muitas empresas podem ter redução no faturamento, com consequentemente queda na arrecadação. Além disso, muitas dessas empresas podem migrar para cidades onde os impostos são menores. Veja como votaram os vereadores A favor do aumento de impostos Ary de Oliveira – PSDB Eliezer Mendes – PODE Estevão Camolesi – PPS Fran Silva – SD Gordo da Adega – PC do B Índio – PR Ivan Silva – SD Jorge Araújo – PHS Juarez Tudo Azul – PSDB Lia Duarte – PSDB Martins Martins – PHS Mauro Miaguti – DEM Pastor Zezinho Soares – PSDB Ramon Ramos – PDT Reginaldo Burguês – PSD Samuel Alves – PSDB Toninho Tavares – PSDB Contra o aumento de impostos Ana Nice – PT Antônio Carlos – PT Ferrarezi – PT Joilson Santos – PT Julinho Fuzari – PPS Rafael Demarchi – PRB Tião Mateus – PT NÃO VOTARAM  Bispo João Batista – PRB Dr. Manuel – PPS Pery Cartola – PSDB (presidente da Câmara)



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.