Webmail CUT

Acesse seu Webmail CUT


Login CUT

Acesse a CUT

Esqueceu a senha?

Após pressão, deputados recuam de acabar ganho real no piso do magistério

Educadores, no entanto, precisam ficar em estado de alerta. A qualquer momento a Câmara pode votar a medida, inclusive na calada da noite

Escrito por: Confetam • Publicado em: 30/07/2020 - 12:09 • Última modificação: 30/07/2020 - 12:19 Escrito por: Confetam Publicado em: 30/07/2020 - 12:09 Última modificação: 30/07/2020 - 12:19

Reprodução da Internet

Após pressão dos profissionais do magistério pelas redes sociais, a Câmara dos Deputados recuou e não acabou o ganho real no piso do magistério. Proposta neste sentido estava agendada para ontem (29), mas não foi analisada e nem está nas agendas de hoje (30) e amanhã (31).

Alerta

Trabalhadores em educação devem ficar em estado de alerta. A qualquer momento a Câmara pode votar o rebaixamento do piso, inclusive na calada da noite.

A troca do mecanismo de crescimento do piso, que hoje é pelo custo-aluno, pela inflação, como propõe o Projeto de Lei 3.776/2008 e querem Rodrigo Maia e muitos deputados, pode reduzir a ZERO o ganho real dos educadores.

 

 

 
Título: Após pressão, deputados recuam de acabar ganho real no piso do magistério, Conteúdo: Após pressão dos profissionais do magistério pelas redes sociais, a Câmara dos Deputados recuou e não acabou o ganho real no piso do magistério. Proposta neste sentido estava agendada para ontem (29), mas não foi analisada e nem está nas agendas de hoje (30) e amanhã (31). Alerta Trabalhadores em educação devem ficar em estado de alerta. A qualquer momento a Câmara pode votar o rebaixamento do piso, inclusive na calada da noite. A troca do mecanismo de crescimento do piso, que hoje é pelo custo-aluno, pela inflação, como propõe o Projeto de Lei 3.776/2008 e querem Rodrigo Maia e muitos deputados, pode reduzir a ZERO o ganho real dos educadores.      



Informativo CONFETAM

Cadastre-se e receba periodicamente
nossos boletins informativos.